Pular para o conteúdo principal

O significado de cada medida do Golpe

Segue a lista de medidas tomadas em favor do golpe e qual a finalidade da cada uma. No geral: impedir o desenvolvimento do Brasil para que o país não ameace a hegemonia de países poderosos e adestrar a sociedade brasileira para que aja em prol dos interesses das poderosas corporações mundiais.

O impeachment de Dilma:
- Tirar da presidência uma liderança que impede a satisfação dos interesses de forças políticas e econômicas gananciosas sobretudo após a descoberta da camada de pré-sal, que poderia alavancar o desenvolvimento do Brasil, ameaçando o poder das grandes corporações mundiais.

Sustentar financeiramente movimentos como Vem Pra Rua, MBL e Revoltados On Line, além de treinar agentes secretos pró-imperialismo e celebridades pró-golpe:
- Fazer com que a opinião pública apoie o golpe e suas medidas por meio de contato com pessoas assemelhadas com cidadãos comuns que lançam mão de teorias conspiratórias e boatos que enfraquecem as forças progressistas e criam adeptos de lideranças conservadoras que agem em prol das medidas tomadas pelos golpistas.

Denúncias sobre a corrupção em empresas como a Petrobrás e Odebrecht:
- Enfraquecer empresas que ameaçam interesses das grandes corporações para que pudessem se tornar baratas para compra por estas mesmas corporações e impedir que o Brasil se desenvolva e ameace a hegemonia do Imperialismo Ianque no mundo.

Criminalização das esquerdas e a ressurreição da paranoia anti-comunista:
- Meter medo na população e garantir apoio da mesma às medidas destruidoras de direitos feita pela poderosa elite opressora. Também tem a finalidade de fazer surgir um pensamento conservador no senso comum para que os interesses da elite opressora possam ser protegidos.

Acusações de corrupção e embutimento de falsos defeitos a políticos de esquerda:
- Desmoralizar lideranças de esquerda para que apenas os representantes das classes opressoras possam tomar o poder e controlar as leis que preservarão a ganância das forças mais poderosas no país.

Privatização e venda de empresas e riquezas nacionais:
- Impedir o desenvolvimento brasileiro e diminuir os gastos para que lucros possam ser aumentados. Entregar os bens e riquezas brasileiros para permitir que grandes corporações interessadas em transformar o Brasil em colônia de exploração lucrem bastante com o esforço dos brasileiros, reduzidos a semi-escravos e limitar o país em mero exportador de matéria prima bruta.

Reforma Trabalhista:
- Baratear a mão de obra e dificultar os meios dos trabalhadores reivindicarem seus direitos para que as empresas exploradoras possam investir menos para lucrar mais, legitimando a ganância dos donos das grandes corporações.

Reforma Previdenciária:
- Impedir a aposentadoria dos mais pobres e favorecer o aumento da demanda de usuários de planos privados de previdência  para quem pode pagar.

Reforma Política, incluindo distritão e parlamentarismo:
- Manter os representantes das classe opressoras no poder e dificultar as decisões de um possível presidente de linha progressista, diminuindo o seu poder. Serve também para dificultar a entrada no congresso de representantes de causas progressistas e de interesses de classes minoritárias.

Escola sem Partido e Reforma Educacional:
- Alienar os jovens mantendo-os alheios a realidade política e impedindo o desenvolvimento do senso critico. É também a transformação da educação em mero preparo para o mercado de trabalho, nunca ameaçando os interesses das classes opressoras. 

Negativização da Regulação da Mídia;
- Associar a regulação da mídia à censura e à medidas anti-democráticas tem o objetivo de preservar os abusos cometidos pela mídia corporativa, dando a ela mentir e influenciar a opinião publica para que ela nunca  pense e aja contra os interesses das classes opressoras, sempre acreditando naquilo que a mídia corporativa diz e moldando gosto e personalidade para que a população nuca se torna ameaçadora aos interesses da classe dominante.

Preservação de Temer na presidência:
- Temer deve ser mantido no poder para que as medidas de destruição da sociedade brasileira possam ser concluídas, pelo menos até a plutocracia encontrar alguém que possa continuar o sádico serviço que atente apenas aos interesses das classes opressoras.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Hino Nacional e a realidade do Brasil

O Hino Nacional Brasileiro, apesar de não ser o nosso primeiro hino, é muito antigo. A sua rebuscada letra já não está de acordo com a realidade do país.

Mas com o hábito que o brasileiro herdou do catolicismo de divinizar os símbolos pátrios (a "seleção" também?), ele não pode mais ser mudado, já que a população não quer, talvez por pensar que "foi Deus" quem definiu os símbolos pátrios de nosso país e sua divisão territorial.


Hoje, no Dia da Pátria, resolvi analisar a letra do Hino e comparar o que aparece em seus versos, ao cenário atual de nosso país, mostrando que um de nossos maiores símbolos cívicos, por mais admirável que seja, está completamente fora da realidade que vemos em nosso dia a dia.

Hino Nacional Brasileiro

Letra de Joaquim Osório Duque Estrada (1870 - 1927) e música de Francisco Manuel da Silva (1795 - 1865)

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas / De um povo heroico o brado retumbante - De "brado retumbante", a população bras…

Sandy faz parte do "sertanejo universitário"

Ao entrar esta semana na filial perto de minha casa das Lojas Americanas, estava rolando no áudio da mesma o CD ao vivo de Paula Fernandes. Gente, é impossível não lembrar do cd de estreia da carreira solo de Sandy, filha "artística" de Chitãozinho e Xororó (e filha biológica do segundo).

Sandy espalhou para Deus e o mundo que sua carreira solo seria mais "autônoma", "independente", dando a entender que seria mais "intelectualizada" e "anti-comercial". Mas como a fruta não cai longe do galho, o DNA brega não conseguiu ficar calado e aparece na forma de vibrato na voz da bela cantora.

E o fundo de roquinho usado como base instrumental das novas músicas da Sandy, rapidamente rementem a urbanização da música breganeja conhecida como "sertanejo universitário" (que nada tem de sertão e muito menos de universitário - esta palavra deve estar sendo utilizada como eufemismo de "burguês" ou no sentido de "urbano", par…

A hipocrisia humana em prol das vítimas do acidente com a Chapecoense

Quando uma tragédia gera comoção coletiva intensa - muito graças a um constante estimulo midiático - um exército normalmente ausente em momentos mais urgentes começa mostrar a sua cara forjando uma preocupação social que costuma não ser manifestada.
Um monte de pessoas começou a postar mensagens e mais mensagens sobre a tragédia com os vitimados do citado acidente. As mensagens claro, são muito bem vindas, a gente entende, mas percebendo com atenção a origem de várias mensagens, nota-se que veem justamente de quem não costuma ser solidário de fato com a espécie humana.
Na verdade - embora não sejam todos os casos, mas grande parte deles - se tratam apenas de uma forma de dizer "eu sou bondoso", de usar a tragédia para promoção pessoal, para forjar uma preocupação social, vinda de gente que não mexe um centavo de seu patrimônio para eliminar as desigualdades no Brasil. 
Vários deles fazem parte da elite direitista que apoia as desigualdades, xinga os verdadeiros benfeitores …